Arquivo da tag: update

Usando o auto-update do Fastlane

Olá pessoal,

Recentemente tivemos um necessidade de fazer com que o Fastlane (ferramenta para deploy contínuo – http://fastlane.io/) fizesse a atualização de suas dependências automaticamente, isso inclui todos esses caras:

cert, credentials_manager, deliver, fastlane, fastlane_core, frameit, gym, match, pem, pilot, produce, scan, screengrab, sigh, snapshot, spaceship, supply

Toda vez que vamos usar o Fastlane para subir as aplicações tem atualizações novas de suas dependências e que muitas das vezes gera algum erro no envio e não conseguimos subir os aplicativos até que atualizemos manualmente as dependências necessárias com o comando “gem update …” e depois começamos o processo novamente de deploy.

Isso é bem chato, então a primeira coisa que pensei foi em adicionar o “gem update” em nossa ferramenta de integração contínua, GoCI (http://github.com/prsolucoes/goci), antes de fazer as chamadas ao Fastlane.

A segunda opção era buscar na documentação para saber se existe alguma coisa pronta para este problema, e foi ai que achei o comando “update_fastlane”. Após olhar a documentação e realizar alguns testes, resolvi escrever o passo-a-passo para implementar isso. Vamos à prática:

  1. Adicione no início do seu arquivo Fastfile, antes de qualquer coisa, esta linha:

    update_fastlane

  2. Adicione as seguintes linhas ao seu arquivo “.bash_profile” ou “.bashrc”, que fica na pasta do seu usuário, ex (nano ~/.bash_profile):

    export GEM_HOME=~/.gems
    export GEM_SPEC_CACHE=$GEM_HOME/specs
    export PATH=$PATH:~/.gems/bin

  3. Execute o arquivo modificado com o comando “source”, ex:

    source ~/.bash_profile

  4. Atualize o rubygems e o gem:

    gem install rubygems-update
    sudo gem update –system

  5. Instale suas gems novamente, as que você usa. No meu caso era o fastlane e cocoapods, então fiz assim:

    gem install cocoapods fastlane –no-ri –no-rdoc

Com tudo isso feito, você já preparou o seu ambiente e atualizou tudo o que é necessário para que o auto-update do fastlane funcione. Agora basta você executar suas tarefas do fastlane que ele vai executar o auto-update antes de tudo.

Obs: Nós definimos uma novo diretório para as “gems” do ruby porque sem isso o fastlane irá reclamar que a pasta de “gems” é do usuário root (sendo necessário fazer um sudo + comand) e não sua.

 

Espero ter ajudado com este artigo.

Obrigado e até o próximo post pessoal.

PHP – Atualizando o PHP no Mac – OSX

Olá pessoal,

Se você possui um Mac e deseja atualizar a versão do PHP que vem nele, existem comandos simples que você pode executar no terminal para realizar esta façanha de forma simples.

Segue abaixo uma lista com os comandos para cada versão (basta copiar e colar no terminal que o script faz todo o restante para você):

PHP 7.0 (Versão estável):

curl -s http://php-osx.liip.ch/install.sh | bash -s 7.0

PHP 5.6:

curl -s http://php-osx.liip.ch/install.sh | bash -s 5.6

PHP 5.5:

curl -s http://php-osx.liip.ch/install.sh | bash -s 5.5

PHP 5.4 (Esta versão já não é mais utilizada):

curl -s http://php-osx.liip.ch/install.sh | bash -s 5.4

PHP 5.3 (Esta versão já não é mais utilizada):

curl -s http://php-osx.liip.ch/install.sh | bash -s 5.3

Lembrando que este script não modifica ou apaga a versão do PHP que vem nativamente com o OSX, por isso ele instala em uma pasta diferente. Para você sobrescrever o comando “php” do OSX para apontar para a sua nova versão instalada, faça o seguinte:

1 – Edite o arquivo “.bash_profile”:

nano ~/.bash_profile

2 – Adicione as linhas e salve o arquivo:

export PATH=/usr/local/php5/bin:$PATH

3 – Atualize os comandos no terminal:

source ~/.bash_profile

 

Para verificar a versão do PHP e saber se tudo deu certo, basta executar:

/usr/local/php5/bin/php -v

Por padrão o script “packager” é instalado em “/usr/local/packer” e o PHP é instalado em “/usr/local/php5”. Ao longo da instalação o script pedirá sua senha de usuário, mas fique tranquilo, pois ele pede para copiar os arquivos para as pastas internas do sistema.

Caso você queira saber mais sobre como executar o “pecl”, alterar o “php.ini”, “memcached”, acesse o site oficial: http://php-osx.liip.ch/ e neste mesmo site você fica sabendo de todas as versões PHP suportadas.

Obrigado e até o próximo post pessoal.