Arquivo da tag: terminal

Android – Debug de aplicação via WiFi usando ADB sem precisar de root

Olá,

Recentemente tive a necessidade de rodar a aplicação pelo Android Studio sem usar cabo, por questões de comodidade mesmo, e após pesquisar e fazer vários testes, preparei um tutorial sem simples.

  1. Desconectar o seu dispositivo do computador, caso esteja.
  2. Conectar o seu computador de desenvolvimento e o seu dispositivo Android na mesma rede WiFi.
  3. Habilitar o modo desenvolvedor em seu dispositivo (Configurações > Sobre > Apertar 7 vezes em Número da versão).
  4. Habilitar a depuração USB (Configurações > Programador > Depuração USB).
  5. Obtenha o IP do seu dispositivo em Configurações > Sobre > Status > Endereço IP.
  6. Abrir o terminal e executar (troque o IP abaixo pelo IP do seu dispositivo):
    adb tcpip 5555
    adb connect 192.168.0.103:5555
  7. Rodar a aplicação no Android Studio normalmente e se tudo deu certo seu dispositivo aparecerá na lista de devices como se estivesse conectado via cabo.

 

Espero ter ajudado com este artigo.

Obrigado e até o próximo post pessoal.

OSX – Deixando o seu terminal colorido e com suporte ao Git

Olá pessoal,

Esta dica é bem simples e talvez ajude bastante no dia-a-dia em seu desenvolvimento, caso utilize o terminal do OSX.

Realizando estes processos seu terminal ficará colorido, facilitando e leitura e ainda aparecerá o nome da branch em que você está, caso utilize o Git.

Siga os passos:

1 – Edite o arquivo .bash_profile digitando no terminal:

nano ~/.bash_profile

2 – Adicione as linhas:

export CLICOLOR=1
export LSCOLORS=ExFxBxDxCxegedabagacad
export PS1="\[\033[36m\]\u\[\033[m\]@\[\033[32m\]\h:\[\033[33;1m\]\w\[\033[m\]\$(parse_git_branch) $ "

parse_git_branch() {
    git branch 2> /dev/null | sed -e '/^[^*]/d' -e 's/* \(.*\)/ (\1)/'
}

3 – Salve o arquivo com CONTROL + O

4 – Feche o terminal e abra-o novamente ou caso queira manter a sessão com as modificações, execute:

source ~/.bash_profile

Obs: Esta dica funciona também com o iTerm2.

 

Bom, espero ter ajudado com esta dica.

Obrigado e até o próximo post pessoal.

Mac – OSX – Conectando via SSH e mantendo a conexão aberta (KeepAlive)

Olá pessoal,

Esta dica é bem importante e resolve o problema de muita gente que ao conectar via SSH em uma máquina, percebe que depois de algum tempo a conexão é encerrada, necessitando criar uma nova.

Isso ocorre devido ao cliente OpenSSH que vem no Mac (OSX) não enviar o comando de Keep Alive (manter vivo), que como o nome já diz, mantém a conexão “viva”.

Para fazer isso siga os passos abaixo executando os comandos direto no terminal:

1 – Abra o terminal

2 – Crie a pasta “~/.ssh/” (caso já não exista) com o comando:

mkdir ~/.ssh/

3 – Edite o arquivo “config” com o programa “nano” (caso ele não exista, o próprio “nano” criará):

nano ~/.ssh/config

4 – Adicione as linhas:

Host *
    ServerAliveInterval 60

5 – Salve o arquivo com CONTROL + O

6 – Feche o editor com CONTROL + X

7 – Reinicie o terminal para que as mudanças tenham efeito.

 

Existe uma forma de fazer diretamente na execução do comando SSH, assim:

ssh -o ServerAliveInterval=60 servidor.com

 

Obs: Você pode experimentar diferentes intervalos de tempo do envio da informação do keep alive.

 

Obrigado e até o próximo post pessoal.

PHP – Composer – Facilitando a vida de quem usa

Olá pessoal,

Para quem usa o composer, o gerenciador de dependências para PHP (http://www.getcomposer.org) sabe o quanto é tediante ficar escrevendo o comando completo, ex:

php /Users/usuario/Developer/php/composer.phar install

Porém, para usuários de Mac e Linux, existe uma solução bastante simples e útil que vai facilitar a vida de todo mundo, que é a criação de um ALIAS para o comando completo. Abra o arquivo “.bash_profile” do seu usuário e adicione o ALIAS para o comando completo do composer. Exemplo:

Edite o seu bash_profile:

nano ~/.bash_profile

Adicione a linha abaixo e salve o arquivo:

alias composer="php [pasta aonde se encontrar o composer]/composer.phar"

Atualize a sessão do terminal com os novos comandos:

source ~/.bash_profile

Agora basta você executar no terminal:

composer install

 

Obrigado e até o próximo post pessoal.