Arquivo da tag: logs

Docker – Post Install – O que fazer depois de instalar?

Olá,

Recentemente tive alguns problemas com o Docker relacionados não com ele, mas com os logs gerados por ele e o espaço em disco disponível que eu tinha em uma instância na AWS.

Após muito varrer o disco em busca dos dados que mais ocupavam espaço, vi que os logs estavam crescendo exponencialmente e decidi usar o logrotate, um utilitário pro Linux para rotacionar os logs quando estes atingem as regras que você define em um arquivo de configuração.

Para instalar o logrotate, execute:

sudo apt-get update
sudo apt-get install logrotate

Após instalar execute “logrotate” para saber se está instalado corretamente.

Após instalar, precisamos configurar uma regra no logrotate para os logs do Docker. Então execute:

nano /etc/logrotate.d/docker-container

Obs: Eu usei o “nano”, mas você pode usar o “vi” ou “vim” se preferir. Dentro do editor, cole a seguinte regra para o logrotate:

/var/lib/docker/containers/*/*.log {
  rotate 7
  daily
  compress
  size=1M
  missingok
  delaycompress
  copytruncate
}

Salve o arquivo, feche o editor e pronto, logrotate configurado.

No meu caso, eu deixei os arquivos de log com no máximo 1M de tamanho, mas você poderá aumentar para quanto quiser.

Caso você queria testar o logrotate e ver o que ele vai fazer, execute o comando:

logrotate -df /etc/logrotate.d/docker-container

 

Obs: Além disso, mesmo configurando, havia um arquivo que parece ter corrompido e depois de muito pesquisar eu acabei tendo que apagar este arquivo, pois estava impedindo o logrotate de executar, já que ele parece usar este arquivo como referência para alguma coisa. Então, caso aconteça contigo, apague o arquivo “status” na pasta do logrotate com o comando:

rm /var/lib/logrotate/status

 

Bom, é isso pessoal. Espero que isso ajude a economizar espaço com os logs gerados pelo Docker. É claro que isto não se aplica só ao Docker, você pode criar regras para qualquer arquivo, basta especificar o pattern para os arquivos e colocar as regras.

Ah, e no meu caso o espaço utilizado foi de 76% para 34% do disco, ou seja, 42% do disco era log do Docker.

Obrigado e até o próximo post pessoal.