Arquivos da categoria: Git

Git – Como fazer push na mesma branch em que estou trabalhando?

Olá pessoal,

Vejo muita gente irritada com o Git pelo fato de ter que passar o nome da “branch” toda vez que vamos fazer um ” push”.

Hoje vou mostrar como é simples mudar o comportamento local do Git em relação a isso, e para isso vamos usar o utilitário de configuração interno do Git chamado “git config”.

Existem vários comportamentos de como o Git faz o push, segue a lista dos possíveis comportamentos que podemos usar:

  • nothing – não faz nenhum push
  • matching – faz push de todas as branchs que tenham o mesmo nome local e remotamente
  • upstream – faz o push da branch atual para a sua branch remota correspondente (mesmo nome)
  • simple – parecido com a “upstream”, porém se a branch remota tiver um nome diferente, nenhum push é feito
  • current – talvez seja a opção para a maioria, envia o branch local para o branch de mesmo nome no servidor remoto

Agora que você já sabe o que cada opção representa, basta configurar o Git para usar a opção que melhor se encaixa no seu caso com o comando (exemplo):

git config push.default current

Para usar qualquer outra opção, substitua o “current” no comando, pela opção desejada dentre as opções da lista acima.

Agora que você configurou o comportamento padrão de como o Git faz o “push”, basta usar “git push” e ser feliz.

Um abraço. Que o Senhor vos abençoe!

Git – Como adicionar automaticamente os arquivos apagados no seu commit

Olá a todos,

Um problema comum entre os usuários do Git, se deve ao fato de que toda vez que você apaga um arquivo do seu projeto, você precisa executar o comando de remoção do Git e só depois de remover todos eles, é que você pode efetuar o commit, ex:

git rm arquivo.txt
git rm arquivo2.txt
git rm arquivo3.txt arquivo4.txt
git commit -m "remocao de arquivo"

 

Porém existe dois meios fáceis e rápidos de fazer o Git adicionar a remoção desses arquivos automaticamente. O primeiro é:

git add -u .

 

E o segundo é:

git add -A .

 

Ao executar este comando último comando “-A .”, você está na verdade executando:

git add .
git add -u .

 

O comando com parâmetro “-u .”, adiciona os arquivos que você apagou do seu projeto no stage, ou seja, é como se você estivesse executando um  “git rm [arquivo]” automaticamente para cada arquivo apagado.

Então ao invés de usar o “git rm [aquivo]”, use apenas os comandos:

git add -A .
git commit -m "meu novo commit"

 

Agora, para quem quiser algo mais rápido e mais prático, caso você vá fazer um commit direto, tem um outro atalho, que é o comando:

git commit -a -m "meu mais novo commit"

 

O parâmetro “-a” do commit, executa vários comandos comuns antes de fazer o commit efetivamente, e uma das coisas é executar o “git add -u”.

 

Obs: A única coisa que estes comandos não fazem é adicionar um novo arquivo ao stage, isso tudo só funciona para arquivos que já são do stage.

 

Espero ter ajudado pessoal.